terça-feira, 2 de março de 2010

[Quero viver num mundo paralelo qualquer, menos este. Pelo menos nos próximos dias]

Ontem à noite, nos meus devaneios antes de adormecer, pensei se deveria fazer um cartaz a explicar a minha situação de coxa e que está tudo bem.

Hoje tive a certeza que o devia ter feito.

Sei que não é por mal, umas pessoas perguntam porque se preocupam com o meu bem-estar, outras perguntam por simples cuscuvilhice, mas não consegui evitar dar umas respostas mais secas.

Levar a muleta revelou-se um grande erro. Desenrasco-me mil vezes melhor sem ela.


À parte do meu pé, entreguei a papelada dos exames toda hoje. O que significa que vou começar a sofrer por antecedência.

1 comentário:

Girl in Motion disse...

é mesmo inevitável, catarina. eu própria perguntei, i guess, porque já é hábito... mas percebo-te completamente.

quando me deu o blackout lá na visita de estudo, na viagem para cá, no autocarro, tbm fiz figura de coitadinha q estava doente 'está tudo bem, mónica?' 'sim, está tudo bem' aí umas dez vezes ou mais...

é a vida... :PP